BAZINGA!

“Dream on, ohhh, ‘cause it’s got no meaning

Shout it out for me, shout it out for me
She go, la-la-la-la-la-la, la-la-la-la-la….”  Noel Gallangher

Faz um tempo, algumas referências me servem como vagas lembranças sensoriais, como diários mentais. Uma fase, um modo de pensar, uma forma de se expressar, algo que chame atenção por si só, a composição.. Mas antes de tudo talvez, a situação a qual eu me engajei.

As causas que a gente apoia podem ser invisíveis para nós. A minha causa ainda está perdida em uma espécie de brainstorming. E até como forma de organizar isso tudo, para liberar o pensamento, proponho aqui uma busca direcionada para minhas próprias idéias, estilo open source mesmo. Exponho e quem sabe você pode lhe ser útil também. E por mais que eu diga próprias, estou restringindo a toda e qualquer opinião formada a partir de estímulos referenciais que estimulam as associações mentais.

Após exatos 3 anos cursando design, ainda não tirei um tempo único dedicado a uma exploração paralela aos exercícios acadêmicos. Até porque, absorvendo tanto material cabe perguntar-se: Do que não somos capazes? Contanto que você se dedique? Mas em contrapartida, consegui expandir meus horizontes a ponto de perceber uma abertura muito maior do que poderia nesse campo. Arte, Marketing e Design, são temas que sempre se tangenciam e acredito serem abordagens diferentes de uma mesma ideia. E como ideias boas não se perdem, está na hora de organizá-las para vê no que vão dar. Foi lançado o incentivo que faltava para a maior exploração mental que a minha mente já sofreu.

Image

Anúncios