Sobre a Coreia 1

  Hoje foi o quarto desmaio que eu ja presenciei desde que cheguei na Coreia, mas felizmente a primeira vez que eu nao precisei ajudar a pessoa se levantar – os coreanos ao redor finalmente se mexeram. 

A primeira vez foi semana passada, em um onibus lotado indo para o trabalho, quando eu ja estava pestanejando o olho. Ao barulho pesado do impacto no chao todos entraram em choque sem saber como proceder por aqueles milesimos de segundo, ate a estrangeira, sem um a de coreano, suspende-la e juntar os seus pertences espalhados entre as pernas alheias. A moca provavelmente estava na “dieta do comer nada” – a corrida pra beleza eh levada a serio por aqui.

Hoje foram duas vezes, na qual uma eu carreguei a menina no ombro ate a estacao.. mas isso porque ela tinha  apenas bebido muito, o que me deixou ate aliviada. Porem, ha poucos minutos atras, foi um homem que desmaiou no chao. Os seus 20 e poucos anos nao me sugereriram nada quando mesmo.com o impacto da sua cabeca ele manteve seus olhos abertos fixamente. Dada as experiencias anteriores, meu impulso foi ir em sua direcao ajudar, o que felizmente nao foi necessario.

Finalmente me retive a entrega-lo o celular e uma garrafa d’agua, quando ele foi posto de pe. Me satisfez em saber que os coreanos tambem podem olhar para o lado e ajudar o proximo mesmo com todo o comportamento tendencioso. Mas sair pelas ruas da coreia virou a cada dia uma aventura maior.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s